Sua empresa está preparada para o Metaverso?

Atualizado: 31 de mar.




Imagina viver em um universo virtual, onde cada pessoa possa ser, fazer e construir o que quiser? É isso que acontece com o metaverso, termo que se tornou uma das palavras mais buscadas da internet desde 2021.


O metaverso é capaz de integrar o mundo real ao digital, por meio de tecnologias como realidade virtual ou aumentada, podendo também utilizar hologramas. O metaverso ganhou mais evidência após o Facebook anunciar no ano passado que se tornaria uma “empresa de metaverso” em até cinco anos. A empresa acabou mudando o nome do grupo Facebook para “Meta”.


As possibilidades com o metaverso são inúmeras. No universo corporativo, por exemplo, vários usos são possíveis, desde reuniões com interação pessoal/virtual entre os participantes, até treinamentos mais especializados, que podem ser feitos à distância.


Já para as marcas, o metaverso traz a possibilidade de se aproximar e se conectar ainda mais com seus públicos de interesse, além é claro, de aumentar significativamente seu faturamento.


Grandes marcas já apostam no mundo virtual e estão conseguindo lucros ainda maiores do que nas vendas físicas. A marca de roupas Gucci, por exemplo, já vendeu uma versão digital da bolsa Dionysus no jogo Roblox por US$4.115, valor maior do que a versão física do produto.


De acordo com uma pesquisa da Kantar Ibope Media, apenas 5 milhões de brasileiros utilizam ambientes virtuais, os considerados early adopters. Isso equivale a apenas 6% dos usuários de internet no país; número considerado baixo, mas que ainda tem um potencial latente para ser explorado.


Mas, e a sua empresa? Está preparada para essa inovação?